A passagem do tempo

24 fev

Essa semana uma boa notícia me fez pensar no tempo… e me deu uma certa angústia/melancolia… Só sentimos mesmo a passagem do tempo observando as marcas que este deixa em outro ser: é sua cachorra que ganhou pêlos brancos, é uma amiga que se casa… então você se olha no espelho e confirma que sua pele não é mais a mesma, existem pequenas rugas finas no seu rosto.

Minha irmã caçula passou no vestibular: vai cursar odonto na federal de alfenas e morar com a irmã do meio, que faz farmácia na mesma facul.

Minha irmã caçula, dez anos mais nova que eu saiu de casa pra morar em outra cidade e fazer faculdade. Se despediu das cachorras, do meu pai e minha madrasta, e foi.

Estou mesmo velha, o tempo está mesmo passando.

É claro que fiquei radiante com a notícia! Liguei pra ela pra dar os parabéns, liguei pro meu pai e minha madrasta e uma coisa que eles disseram me chamou mais a atençao para o que estava realmente acontecendo: “Agora estamos bem. Em alguns dias, a ficha vai cair. Seremos só nós e as cachorras em casa.”

Nessa hora caiu a minha ficha. Eles estão sozinhos. E mais velhos. Senti um misto de compaixão pela recém-situação deles com um medo da chegada do tempo, que, inexorável, nos priva do contato das pessoas queridas, levando-as embora para outro patamar.

Também senti uma ponta de ansiedade: e quando for minha vez? Quando os meus filhos forem embora de casa? Isso porque ainda nem tenho filhos…

Estou mesmo envelhecendo… o tempo está mesmo passando.

 (Maryl Streep cantando Slipping Through my Fingers, do ABBA. Assistam!)

Mas não dêem ouvidos a nada disso, não dêem a isso mais importância que a merecida. Carpe Diem! Aproveitem a vida, porque ela passa.

Leiloca, querida, parabéns pra você! Curta os anos de facul, a experiência de morar fora, os novos amigos, o novo aprendizado, as festas… curta tudo e aproveite ao máximo! Se precisar, sua irmã mais velha estará aqui! Beijos!

Anúncios

Uma resposta to “A passagem do tempo”

  1. Nat 24/02/2011 às 19:23 #

    Ai… fiquei deprimida agora, rs
    pior é que você é a irmã mais velha e em mim que nascem os fios brancos! Aí não dá!
    Te amo frófis!!!!! Beijos mil!!!

    Quem manda você ser tão “calminha”? Nasce cabelo branco mesmo!! risos… Te amo também! E cuida direito da caçulinha, hein?! hehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: