Archive | julho, 2010

Nossa Língua Portuguesa

22 jul

Nossa língua é mesmo muito rica né?

Sou uma apaixonada pela língua portuguesa; suas regrinhas e suas exceções, seus sinônimos… e seus regionalismos. (E torci o nariz pra reforma ortográfica! Mi!)

Aliás, adoraria trabalhar como corretora ortográfica de livros e afins. Não é que eu me ache ótima não, muita coisa eu fico em dúvida e adoro pesquisar pra descobrir o jeito certo; é porque gosto mesmo! (Alguém tem uma vaguinha aí?).

Essa semana mesmo li num post que não existe o verbete mussarela no dicionário, mas sim muçarela ou mozarela. Fui conferir no dicionário e fiquei surpresa ao constatar isso mesmo!

Nesse nosso Brasil tão grande, o significado de uma palavra muda de uma região pra outra. Em minha querida Minas, quitanda não é só banca de frutas e legumes, mas também, e principalmente, os quitutes gostosos que vão à mesa acompanhando o café da tarde: boras, bolos, pães… hmmmm…

E o jeito de falar? Goiano usa moço pra se referir a mulher e a homem, gaúcho usa guri, e pergunte a um mineiro o que é uai

Dia desses estava fazendo exame auditivo em um pessoal da região norte / nordeste. Ao perguntar a um paciente se ele ouvia bem ouvi a resposta: “Ah, quicolá, quicolá”. Achei que ele não tinha me entendido, então repeti a pergunta e ouvi a mesma resposta. Meio sem paciência, falei: “Moço, eu tô perguntando se você ouve bem. Sim ou não?” “Sim. Tô dizendo.” “E o que é isso quicolá que você fala?” “É que ouço bem aqui e acolá!” Nunca iria adivinhar…

Agora, tudo bem que a língua é difícil, cheia de pormenores. Mas acho que os meios de comunicação deveriam escrever e falar com mais cuidado.

Ouvi uma pérola em uma rádio na época da Copa, que me deixou boquiaberta: um repórter que estava na África queria saber a temperatura de São Paulo, perguntou ao colega paulista quantos grais estava fazendo em SP. O colega paulista tirou um sarro “Você quer saber o quê?” O outro repetiu “quantos grais tá aí?” “Meu amigo, acho que você quer saber quantos graus está fazendo né?” “Ah, cara, se plural de degrau é degrais então o de grau é grais também, né!”  O.o

Novidades sobre A Batalha do Apocalipse

16 jul

Tenho recebido comentários em meu post (de 2 anos atrás) sobre o livro de Eduardo Spohr, A Batalha do Apocalipse, de pessoas doidas para ler o livro e perguntando onde encontrá-lo.

O livro é excelente e só era vendido na Nerdstore e, após mais de 4500 exemplares vendidos, esgotou.

O sucesso foi tão grande que a partir desse mês ele pode ser encontrado à venda nas melhores livrarias de todo o país, pela Editora Record.

Veja aqui os comentários do autor sobre a nova edição e sobre a Bienal do Livro, onde estará presente e distribuirá autógrafos!

Se eu fosse você, não perderia essa oportunidade!

Para ler minha resenha da obra e ficar morrendo de vontade de saber o final da história clique aqui!

Últimos palpites da Copa

8 jul

Quais os seus palpites para a Final?

Leia os meus aqui, no Blog da Copa!