Arquivo | junho, 2010

Post na Copa

25 jun

Um post meu no Blog da Copa sobre algumas teorias conspiratórias que povoam o imaginário nessas épocas de copa.

E um post do marido lá também sobre um acontecimento peculiar.

Visitem!!

Saramago

18 jun

“Não sou pessimista. O mundo é que é péssimo.”

Ainda esta semana pensei “Estou devendo um post sobre os livros de Saramago que tenho lido”. Li o primeiro livro de Saramago ano passado. Comecei com As Intermitências da Morte, segui com Ensaio sobre a Lucidez, depois com Ensaio sobre a Cegueira, Evangelho Segundo Jesus Cristo, que terminei essa semana, e vou começar a ler Caim. Em outro momento colocarei minhas impresões e sentimentos ao ler os livros.

Me apaixonei pelo jeito dele de escrever: escrita corrida, quase sem postuação e parágrafos. E também pelas suas idéias e pela coragem de expô-las. Crítico, ora direto ora sarcástico.

Ainda essa semana estava lendo seu blog, Outros Cadernos de Saramago.

Nasceu em 1922, em Portugal, não chegou a concluir o segundo grau por dificuldades financeiras. De serralheiro mecânico, desenhista, funcionário público, editor, jornalista… a escritor ganhador do prêmio Nobel em 1998. Morava nas Ilhas Canárias com sua esposa, desde que seu livro O Evangelho sobre Jesus Cristo foi retirado da lista de concorrentes ao Prêmio Literário Europeu pelo então subsecretário da cultura, em 1993; fato que fez com que ele deixasse Portugal. Morreu hoje, aos 87 anos, de “falência múltipla de órgãos, após prolongada doença (leucemia)”.

Acho que todos nós perdemos muito com sua morte: a ausência de uma mente aguçada e desafiadora, que nos fazia pensar, refletir.

“Tenho uma mentalidade cristã. Os valores dele [do cristianismo] estão em mim empapados. Eu só penso em Deus para criticá-lo, para tentar mostrar o absurdo duma crença que não resolve os nossos problemas, que promete para não se sabe quando.  Ou felicidade eterna, ou castigo eterno: este é outro absurdo. Que crime podemos nós cometer, ou faltas, para que sejamos castigados por toda eternidade no inferno? Isso é absurdo! Nenhum deus inventaria isso, é preciso uma cabeça humana para inventar todas essas coisas.”

Leia outras frases de Saramago aqui.

Leia uma de suas últimas entrevistas aqui.

Leia também!

18 jun

 

 

Segunda sem Carne!

14 jun

Há uma ano, mais ou menos, Paul McCartney lançou a campanha Meat Free Monday. Ele e sua família resolveram criar o movimento devido à preocupação com o meio ambiente:

A indústria de alimentos de origem animal produz gases extremamente perigosos para o futuro do meio-ambiente e, consequentemente, para o nosso futuro, dentre eles, o metano e o nitróxido (considerados mais letais do que o CO2). Além disso, destrói terras para fazer pastos, usa muita água e grãos (para alimentar o gado), polui a água… Isso sem falar na crueldade com que muitos animais são tratados e abatidos (que é o que mais me corta o coração!).

Só de pensar no sofrimento dos bichinhos, pensar que eles têm direito à vida tanto quanto nós, fico com muita vontade de virar vegetariana. Ao mesmo tempo, me conformo um pouco lembrando que existem os animais carnívoros na natureza. Ao menos, o homem poderia tratar, criar e matar os animais (destinados à alimentação) sem crueldade.

Como não me vejo deixando de ser carnívora, pois adoro uma carninha, vou tentar aderir à campanha do Paul e não comer carne às segundas-feiras. Geralmente, exagero no final de semana, então ficar sem carne na segunda vai ser até bom pro organismo.

E você? Porque não tenta fazer sua parte não comendo carne hoje?

Blog da Copa

14 jun

O Blog da Copa é uma iniciativa da Lu e do Marmota muito legal: eles e convidados falam sobre essa copa e sobre as anteriores. Vale a pena conferir!

Eu fiz meu primeiro post lá!!

Feriado

7 jun

Nesse feriadão marido e eu fomos pra Campos do Jordão

A cidade estava lotada; cheia de “mauricinhos inúteis em suas BMWs” (é assim que Nicolas Cage fala em 60 Segundos, maridovsky?). Meninos desfilando seus carros e meninas uniformizadas com óculos de sol, meias, botas e casacos todos iguais.

Também achamos a cidade muito muvucada: parece que o grande atrativo de lá são as baladas e nós estamos em outra sintonia, querendo um pouco de paz e sossego.

Gastronomicamente, culturalmente e turisticamente falando, preferimos mil vezes mais Gramado e Canela! Por vezes, Campos parecia uma imitação de mau gosto das primas do Sul. Uma das poucas coisas que gostamos da cidade é a Baden Baden (a fábrica e o restaurante).

Ainda bem que ficamos em uma pousada-sítio na cidade vizinha, com chalés individuais, muita tranquilidade e sossego, muita natureza (o que, tirando alguns insetos, foi muito bom)Pudemos descansar, nos curtir muito muito e muito, o que fez a viagem valer a pena! AMO muito você, marido!

Estranhamos muito viajar sem a Lilo, nossa filha canina, mas ela ficou em ótimas mãos: a madrinha Fefa e a tia Seiko cuidaram dela muito bem, mimaram, brincaram, deram atenção e carinho, fizeram até um diário contando como tudo ocorreu (como se a própria Lilo estivesse escrevendo). Confesso que me surpreendi com tanto carinho e me emocionei!

Com amigos assim e com esse meu marido maravilhoso, o mundo fica um lugar melhor!