Renascimento

25 mar

Ok, a Páscoa já passou. Mas justamente por já ter passado é que quero falar sobre.

A despeito de piadas ótimas sobre a confusão criada pela mistura entre símbolos pagãos e cristãos, fato é que, para mim, a Páscoa não tem todo esse significado, esse peso religioso.

Provavelmente isso se deva ao fato de eu não me considerar católica (nem de nenhuma outra religião). Embora batizada, “primeira-comunhonada” e crismada, não me encontrei no catolicismo. Talvez por grande parte da minha família ser espírita, talvez por parte da minha família não seguir religião nenhuma. Talvez pelo fato de eu achar que o catolicismo impõe regras demais, que nem o próprio Jesus impôs.

A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade. A palavra “páscoa” – do hebreu “peschad”, em grego “paskha” e latim “pache” – significa “passagem”, uma transição anunciada pelo equinócio de primavera, que no hemisfério norte ocorre a 20 ou 21 de março.

Na Idade Média, os antigos povos pagãos europeus, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Esther. Ostera é a Deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade (você já deve ter ouvido a frase “fulana tem filhos igual a um coelho”), pulando alegremente em redor de seus pés nus. A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida. Ostara equivale, na mitologia grega, a Persephone. Na mitologia romana, é Ceres. Ostara representa o renascimento da terra, muitos de seus rituais e símbolos estão relacionados à fertilidade.

O Domingo de Páscoa é determinado pelo antigo sistema de calendário lunar; a data cristã foi fixada durante o Concílio de Nicéa, em 325 d.C., como sendo “o primeiro Domingo após a primeira Lua Cheia que ocorre após ou no equinócio da primavera boreal” (outono, para nós do hemisfério sul).

A festa da Páscoa passou a ser uma festa católica após a última ceia de Jesus com os apóstolos, na Quinta-feira santa. Os fiéis celebram a ressurreição de Cristo e sua elevação ao céu.

Para os judeus, a festa da Páscoa é a mais importante de seu calendário, pois o povo celebra o fato histórico de sua libertação da escravidão do Egito, cujo protagonista principal desse evento foi Moisés no comando de seu povo pelo mar vermelho e deserto do Sinai.

Os espíritas não celebram a Páscoa (o que não impede que seus adeptos participem dos demais festejos cristãos e nem invalida a festa da Páscoa). Para o espiritismo, a Páscoa judaica representa a libertação da ignorância e das mazelas para o conhecimento e comportamento ético; enquanto a Páscoa católica representa a vitória da vida sobre a morte. O momento serve para uma reforma íntima: abandonar o velho que há dentro de cada um, para renascer um homem novo, e fazer uma pausa para reflexão acerca da moral de Jesus e do amor aos semelhantes.

Os muçulmanos também não celebram a Páscoa. Para eles, a data pode ter um efeito de renovação da fé.

Nas religiões afro-brasileiras, predomina o agradecimento à existência e a Jesus que, segundo eles, expulsou todos os espíritos ruins para nos salvar.

Dentro dos templos budistas, não há nenhuma manifestação em louvor à Páscoa. Todas as celebrações budistas têm base nos ensinamentos de Buda, com a crença de que se deve valorizar a vida sem fanatismo e materialismo. Por isso, não há nenhuma determinação imposta aos seus seguidores.

E eu encontro um pouco de mim dentro de cada religião (ou seria um pouco de cada religião dentro de mim?). Talvez me identificando mais com as filosofias espírita e budista. Acho que me identifico mais com essas duas porque consigo encará-las como filosofias, não como uma religião cheia de regras.

Não preciso e nem quero me “filiar” a nenhuma religião. Para mim, basta seguir o ensinamento básico e comum a todas as religiões e teorias religiosas: “amar aos outros como a você mesmo; não faça aos outros o que não gostaria que fizessem a você”.

Ultimamente, tenho percebido que esse ensinamento (aliado a outras correntes filosóficas como as que falam sobre o poder da mente) tem me feito acreditar muito no Homem e quase esquecer que existe algo maior no Universo; uma força maior, uma energia boa que está em todos os lugares (esse é o meu Deus).

E senti que não posso me afastar tanto desse Ser. Senti que quero ler mais sobre filosofias religiosas. Conhecer mais. Essa Páscoa fez crescer em mim o desejo de renascimento.

Quer conhecer um pouco mais também? Clique nos links e leia mais em outros lugares. Nunca deixe sua vontade de saber ficar saciada! Quer me dar dicas de leituras? Sou toda ouvidos!

Sobre a Páscoa:
http://www.culturabrasil.org/pascoa.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1scoa
http://www.armazemdesonhos.com.br/CantinhoEspirita/mensagens/visaoespiritapascoa.htm
http://www.simplescidade.philips.com.br/rio-janeiro/

Sobre o Budismo:
http://www.vertex.com.br/USERS/san/artigos.htm
http://www.iej.uem.br/honen99_00.html

Sobre o Espiritismo:
http://www.nossolar.org.br/index.php
http://jc.uol.com.br/2007/03/20/not_134961.php

Anúncios

7 Respostas to “Renascimento”

  1. Trotta 25/03/2008 às 15:59 #

    Que bom que vc tá procurando se aproximar mais dele, Má! Fico feliz! 🙂 Não deixe esse ânimo se perder, corre atrás mesmo de tudo quanto é filosofia que vc puder encontrar, hehehe!

    Eu, como espírita, celebro sim a páscoa. Acho que representa um marco, quando Jesus surgiu depois de morto, mostrando que o espírito ainda vive depois da morte da carne. Pena que nem todo mundo entendeu assim, mas tudo bem! 😉

    Agora, será que alguém sabe me dizer o que diabos é um equinócio? O.o

    Equinócio é o momento eu que o Sol cruza a linha do Equador. Isso ocorre duas vezes por ano e nessas ocasiões, o dia e a noite duram o mesmo tempo!

    Beijo!

    Beijos!

  2. Sammia 25/03/2008 às 20:36 #

    Oie Má!

    Olha eu também não celebro nada sabe? Gosto pra caramba da invenção de agregar o chocolate com a comemoração e tals…hahahaha; mas eu não ligo mesmo pra dar ênfase religioso e os cambaus pra isso…sei lá, não por preconceito ou por religião (Como você mesma citou no texto a minha religião comemora levemente a páscoa) mas eu mesma não vejo um “por quê” me entende? Hehehe, sofro com a falta de me entenderem rsrsrs…

    Bom…de toda forma: Feliz Páscoa atrasada ^^
    Beijinhos

    Ainda bem que cada um em seu modo de pensar, não é? Beijos, Sammia!

  3. Rodrigo Figueiredo 25/03/2008 às 20:43 #

    Não curti tanto por que quanto mais distante vc fica da Católica mais acho ruim isso…
    Mas é interessante o post de qualquer maneira!

    Fiquei triste de você achar ruim… mas me deixa feliz o fato de você me compreender!

  4. Márci 26/03/2008 às 11:32 #

    Olhaaa…eu adorei o post…entre outras coisas porque eu havia semi-esqucido o porquê do coelho/ovo [sendo que ele não bota ovo] serem o símbolo da data…

    E eu até acho legal as pessoas terem uma religião e seguirem os blábláblás [desde que não incomodem quem não o faça]…mas eu tb me considero uma pessoa sem religião [embora vez ou outro frequente um centro espírita XYZ]

    Acho que é legal crer em alguma coisa… para dar força! Que bom que gostou!

  5. Fefa 26/03/2008 às 21:01 #

    Gostei muito desse post, Má!
    Eu cresci na religião Católica, fui batizada, fiz comunhão, crisma, tudo direitinho.
    Mas sempre tive curiosidade em conhecer outras religiões, idéias, etc. Acho muito importante sermos espiritualizados, e fico feliz por você estar em busca dessa espiritualização. Que você encontre caminhos para se sentir bem.

    Beijão!

    Brigada pela força, Fefa! Beijos!

  6. Daniela 08/04/2008 às 1:29 #

    Você é deísta e nem sabia! 😉

    Acho que não chego a ser deísta porque me identifico um pouco com o espiritismo e o budismo… Gostei de sua visita, e do seu site! E adorei a frase do Einstein! Obrigada e volte sempre!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Páscoa « Publicações - Vol. 3 - 09/04/2009

    […] Você pode (re)ler meu post pascal de […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: