Torre Banespa

30 jun

Hoje fomos ao Edifício Banespa, o terceiro mais alto de São Paulo_ perde apenas para o Mirante do Vale (na Avenida Prestes Maia) e para o Terraço Itália (na Avenida Ipiranga). Geralmente, o prédio só é aberto a visitações durante a semana_ chegam a 18 mil visitantes por mês_, mas devido ao aniversário de 60 anos da Torre ficará aberto este final de semana. As fotos do passeio podem ser vistas no Multiply. Tenho que dizer que a vista é muito bonita, e o vento muito forte! Valeu a pena!

O Edifício do Banespa (cujo nome oficial é Edifício Altino Arantes) é um dos prédios de maior destaque da capital paulista. Construído a partir de 1939, para ser a sede do Banco do Estado de São Paulo (Banespa), e inaugurado em 1947, foi durante quase duas décadas o mais alto da cidade, até ser desbancado pelo Edifício Itália.

O projeto do edifício ficou por conta do engenheiro e arquiteto Plínio Botelho do Amaral, mas foi adaptado pela construtora Camargo & Mesquita pois queriam que o novo prédio fosse semelhante ao Empire State Building, em Nova Iorque. As obras tiveram início com o lançamento da pedra fundamental da matriz, em 19 de setembro de 1939. Após quase oito anos, o edifício foi inaugurado em 27 de junho de 1947 já sendo o edifício mais alto de São Paulo, com seus 161,22 metros de altura, título que lhe pertenceu durante quase vinte anos. Durante muito tempo o prédio ficou facilmente identificável devido ao letreiro luminoso que brilhava em seu topo.

No ano seguinte foi considerado por uma revista francesa como a maior estrutura de concreto armado do mundo, pois os demais prédios (incluíndo o norte-americano Empire State Building, o maior do mundo na época) eram construções de estrutura metálica.

Na década de sessenta teve seu nome mudado para “Edifício Altino Arantes”, uma homenagem ao primeiro presidente brasileiro do banco, Altino Arantes Marques. Isso porque desde sua fundação, em 1909, até 1919, quando, – na gestão Altino Arantes – o Governo Estadual tornou-se seu acionista majoritário, o banco era controlado por acionistas franceses.

Com o passar dos anos o edifício não sofreu muitas alterações externas notáveis, apenas passou por limpezas e reconstituição das fachadas, ganhando também uma nova iluminação. Já na parte interna sofreu diversas alterações que exigiram intervenção do Museu Banespa, quando algumas áreas do edifício foram tombadas, para protegê-las de modificações que possam alterar suas características originais.

Em 1988, um lustre de três metros de altura e 1,5 tonelada foi instalado no hall de entrada do edifício. Tal peça conta como 150 lâmpadas e cerca de dez mil acessórios de cristal.

No ano de 2000 o Banespa foi privatizado, sendo vendido ao Banco Santander Central Hispano. Porém, para evitar represálias, respeitando a tradição do povo paulistano, os novos donos não fizeram nenhuma alteração significativa na fachada do edifício.

A Torre Banespa é um dos destaques do edifício. Situada no ponto mais alto do prédio, acessível a partir do 34º andar, ela permite uma privilegiada vista panorâmica da cidade, com um alcance de até 40 quilômetros, sendo possível ver outros marcos importantes da cidade, como o Mercado Municipal, a Catedral da Sé e até mesmo o Edifício Itália que o desbancou como mais alto da cidade, além de diversos bairros vizinhos. Isso tudo é possível também pois, apesar de não ser o prédio mais alto, ele está situado no ponto topograficamente mais alto do centro de São Paulo.

No final dos anos 70 a torre ganhou em volta de sua base uma cinta de alumínio, aonde foi fixado o logotipo do banco. E no topo de edifício encontra-se uma bandeira do estado de São Paulo medindo 7,20 metros de largura por 5,40 de altura, sendo trocada mensalmente por conta do desgaste provocado pelos fortes ventos a aquela altura.

No prédio funciona também o Museu Banespa, que reúne a história do banco desde sua inauguração como Banco de Crédito Hipotecário e Agrícola do Estado de São Paulo até os dias atuais, perto de completar cem anos. O museu possui 993 objetos e mobiliários, 1003 obras, 98 fotografias assinadas, 66 tapetes orientais e nacionais entre outros itens.

O saguão do prédio tem quase 400 metros quadrados, paredes de mármore de 16 metros de altura e piso de granito decorado com brasões de bronze. Muito belo é o seu grande lustre de cristal nacional em estilo “decô-eclético” com 13 metros de altura, 2 metros de diâmetro e dez mil peças de cristal pesando uma tonelada e meia. Ainda no saguão, um grande painel com pinturas representando cenas do cotidiano de uma cidade de outros séculos, ocupa toda a largura da fachada.

Agora, começa a subida. No primeiro elevador, você irá até o 26º andar. Uma baldeação e o novo elevador o levará até o 32º andar. E então, dois lances de escada o esperam para serem subidos a pé os 41 degraus. Uma sala com fotos e livro de presença, permite um pequeno descanso. E mais uma escada, agora em caracol com 18 degraus. É então que se chega ao terraço da torre.

Ainda há mais uns 15m com escada em caracol, que só podem ser usadas pelo Corpo de Bombeiros para hastear as bandeiras; paulista em dias comuns e paulistana no mês do aniversário da cidade. A cada dois ou três meses são trocadas ou porque perderam a cor com o sol ou porque ficaram esfarrapadas pelo vento constante.

banespa

LOCALIZAÇÃO: Rua João Brícola, 24, Centro. Horário: de segunda a sexta, das 10h às 17h – Próximo ao Metrô São Bento

http://pt.wikipedia.org/wiki/Edif%C3%ADcio_do_Banespa
http://www.saopaulominhacidade.com.br/list.asp?ID=349

Anúncios

11 Respostas to “Torre Banespa”

  1. Rodrigo Figueiredo 01/07/2007 às 0:15 #

    Foi legal!
    Bem legal…
    É alto pacas realmente!
    E tb é legal ver os pontos de cima!

    Valeu a pena, né? Beijão!!

  2. Trotta 01/07/2007 às 14:27 #

    Puxa, que legal! Tinha até um telefone com seios! Deve ter sido divertido, pena que eu não fui convidado… ¬¬

    Foi legal sim… Mas o senhorito não foi convidado por dois motivos: Primeiro (e mais importante), queríamos fazer um programa a dois solamente (é bom de vez em quando!!), e, segundo, passamos lá depois de ver a moto. 😉

  3. Fefa 01/07/2007 às 22:34 #

    Deve ser realmente muito bonito. Eu preciso criar coragem para subir todos esses andares de elevador, mas deve valer a pena.
    Muito legal!

    hahaha… esqueci do seu trauma com elevadores… são realmente muitos andares!

    Adoro esses passeios culturais por Sampa!
    beijos!

    Eu também, Fefa!! Beijão!

  4. Mamy 02/07/2007 às 16:46 #

    Ui, ui!!! Que altura!!!! Mas é outro lugar que quero ir quando – finalmente! – eu for em SP. Quando será isso, meu Deus?!?!?

    Vale a pena ver a cidade lá de cima, viu? É bem legal! Agora, quando você virá pra cá, isso eu não sei! 😀

  5. Márci 03/07/2007 às 21:42 #

    Oiii Máá !!

    Oi!! Obrigada pela visita!

    Cara, morro de vontade de ir lá em cimão…mas ao mesmo tempo tenho um medinho lá no fundo !
    Mári tb é cultura paulistana ! Adoreeei !

    Olha, é bem alto, mas não chega a dar medo, não… o parapeito é altinho também… só não vá se debruçar nele, né?

  6. neutron 04/07/2007 às 15:08 #

    Olha, mais um passeio legal, hein! 🙂

    Foi sim! Ainda quero ir no Terraço Itália… que é um pouco mais alto!

    Uma das coisas que eu acho mais legal nesse blog são esses textos ‘informativos’, hehehe.

    Ai, que bom que você gosta! 😉

    E eu dei risada com o “lustre de três metros de altura e 1,5 tonelada”… acho que vou pôr um desses lá em casa 😛

    É enorme!!! Até me assustei quando vi!

  7. ana p. 04/07/2007 às 21:23 #

    Eu morro de vontade de ir lá em cima, mas… eu tenho medo de altura. Pavor, é a palavra certa!

    Ah, mas deve ser tão lindo… tão, tão, tão lindo!!!

    E eu já vi o lustre, é o master de beleza!!!

    Beijokão!

    Não acredito que tem medo de altura!! Perca o medo e vá lá ver a paisagem, é bonita que só vendo! Bjo!

  8. ana p. 04/07/2007 às 23:26 #

    [aliás, a pergunta que não quer calar: vc tá vendendo rifa ou tá vendendo sua casa??? 🙂

    me explica aí, sendo pra ajudar, eu tô dentro! Beijokas!]

    hehe… nenhum dos dois, tô vendendo uma filmadora que ganhei e nem usei! Quer comprar? 😀

  9. jefferson p. 05/07/2007 às 12:55 #

    já visitei esta beldade várias vezes… e já levei álguns amigos comigo para visitar tbm…é lindo! …

    bjo.

    E não é? Vale muito a pena!

  10. Pericles 06/07/2007 às 21:39 #

    Minha homenagem aos 60 anos do Prédio do Banespa no YouTube!!!

    Vi seu vídeo! Muito legal!! Obrigada pela visita e volte sempre!

  11. rafael 02/03/2009 às 21:13 #

    São paulo é a cidade mais rica do brasil e da america do sul,com altas torres na av. paulista,tem predio de até 40,50 andares.mas não é só na av paulista, é em varios lugares que tem predios altos ,principalmente em grandes avenidas que tem predios altos em sp.É que na av paulista tem bastante bmw,mercedens,audi ,só carrão,é claro que não é só a av paulista que tem bmw, é varios lugares de sp que tem bmw,audi,jaguar.Quando saio não tem paisagem ,só predio.Não aquento mais ver predio em sp.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: