História: a Farsa

22 jun

História do Brasil. Mentiras contadas e repassadas geração após geração. Não estou afirmando que toda a história é uma farsa, mas que parte dela é. Como um exemplo, temos o grito da Independência, que, na verdade não foi bem do jeito que nos é passado… com D. Pedro em seu cavalo branco, gritando heroicamente “Independência ou Morte”.

Qual é o valor de termos uma história baseada em mentiras? Pra quê enfeitar a história ao invés de mostrá-la nua e crua? Pra ficar mais bonitinha? Grande porcaria…

E assim se dá com os demais países da América do Sul_ e porquê não dizer, do mundo? Afinal, mais vele ter uma história bela do que uma história verídica…

Ainda bem que existem as pesquisas… e pessoas compromissadas com a verdade.

Li uma reportagem na Folha que afirma que não foi Colombo o primeiro a chegar nas Américas, mas os polinésios. Um osso de galinha encontrado no Chile foi apresentado por arqueólogos como a evidência mais forte até hoje de que navegadores da Polinésia chegaram às Américas antes de o Novo Mundo ter sido descoberto pelos europeus.

A possibilidade de polinésios terem tido contato direto com povos indígenas da América do Sul há mais de 600 anos é defendida há tempos por antropólogos, mas sem indícios muito concretos. Um trabalho publicado agora por cientistas chilenos e neozelandeses, porém, mostrou que os povos ilhéus do Pacífico podem ter chegado ao continente pelo menos cem anos antes de Cristóvão Colombo. E levando frangos vivos na bagagem.

O osso de frango apresentado pelos cientistas é anterior ao século 15 e possui DNA semelhante ao de variedades de galinhas atuais na Polinésia. Galinhas domésticas criadas hoje no mundo todo são provavelmente uma espécie derivada de aves selvagens criadas na Índia séculos atrás. Os povos indígenas americanos, porém, que chegaram às Américas há mais de 10 mil anos pelo estreito de Bering, ainda não dominavam o trato com os frangos. O fato, porém entrava em conflito com relatos históricos do conquistador espanhol Francisco Pizzaro, que afirmou ter visto sacerdotes incas usarem galinhas em sacrifícios em 1532 no Peru. Muitos historiadores defendiam a idéia de que aquelas aves teriam sido introduzidas na região pelos próprios espanhóis, mas a hipótese da travessia polinésia ganha força agora com o estudo.

O osso de frango datado pelos pesquisadores haviam sido encontrado em meio mais de 50 fragmentos achados no sítio arqueológico de El Arenal, na península de Arauco (centro do Chile). Segundo os pesquisadores, a ave analisada deve ter vivido entre 1321 e 1407, e provavelmente chegou à América do Sul mais de cem anos antes do navegador português Pedro Álvares Cabral.

Até agora evidências de uma conexão cultural direta entre polinésios _povos derivados do Sudeste Asiático_ e nativos sul-americanos eram circunstanciais. Lingüistas já haviam identificado similaridades na fala de alguns povos, e antropólogos já haviam apontado para a presença de espécies de planta americanas na Polinésia. A batata-doce e a cabaça, por exemplo, chegaram às ilhas do Pacífico muito antes da Expansão Ultramarina espanhola e portuguesa.

Anúncios

7 Respostas to “História: a Farsa”

  1. Rodrigo Figueiredo 22/06/2007 às 18:57 #

    As maiores mentiras do Brasil…
    VCs e essas mentiras vão pra P Q P !!!
    Gabriel Pensador! Muito boa a musica valhe ouvirem e verem a letra.
    Mas eu acho que algumas coisas podem ser “omitidas” e contadas de outra forma para q um povo possa ter um certo sentimento de que alguém na sua história já foi um Lider! Um mártir! Um Herói!!!

    É exatamente este o ponto! Inventam-se heróis para que o povo tenha algo de que se orgulhar e não reclame da situação político-econômica sua e do país.

  2. ana p. 23/06/2007 às 13:31 #

    Acho que isso deve ser meio que um mal de todos os povos. Lembra daquele velho deitado, “quem conta um conto aumenta um ponto”? Pois é. Assim pode ter sido com a Bíblia [pra quem acredita verdadeiramente não, mas o fato é que mta coisa lá não aconteceu assim exaaaaaaaaaaatamente como relatado], assim é com a história dos povos, e assim vai ser daqui a 200 anos, quando contarem as histórias que vivemos hoje.

    Isso eu concordo. Mas existem fatos que professores sabem não ser verídicos. Mas estão lá, nos livros, registrados…

  3. Cily 23/06/2007 às 23:13 #

    Concordo plenamente de que nada vale ter uma história baseada em mentiras. Aliás, mentira é uma desgraça, bagunça com tudo… 😀
    Bjs

    Bagunça mesmo! Bjo!

  4. Fefa 25/06/2007 às 11:12 #

    Acho que não tem como saber a verdade absoluta. Só podemos ter uma idéia de como foi. Mta coisa foi omitida, muitas inverdades, mal explicadas e por aí vai.

    Sim, mas muitas mentiras são conhecidas, mas continuam sendo transmitidas como forma de dominação político-cultural, pois não é de interesse de ninguém que o povão saiba que não houveram heróis e que pensem em como a vida deles é horrível. Querem deixar a todos iludidos, para que não contestem, não reclamem.

  5. Mamy 25/06/2007 às 17:52 #

    Os povos não só aumentam o que eles acham que fizeram de bonito, como, também, omitem o que eles acham vergonhoso. Sem contar que, dependendo do lado em que se está, um mesmo ato pode ser considerado heróico ou criminoso. Por exemplo, por que ninguém considera o lançamento de bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki como genocídio? Claro, foi o país vencedor da 2ª Guerra que tacou, né?

    Pois, é! Tem muito disso, com certeza! É uma pena, pois a história fica distorcida…

  6. Trotta 26/06/2007 às 17:48 #

    Lembrei do personagem Historiador do Pequeno Príncipe, que ficava inventando coisas e colocando em livros. “Está escrito, portanto, é fato”!

    Hahaha… legal sua lembrança! Para muitos, é bem isso mesmo: não desconfiam de algo que esteja escrito…

  7. Franz 26/06/2007 às 22:11 #

    Eu não acredito na maioria das coisas que eu aprendi nas aulas de história, infezlimente. Infelizmente não pra mim, infelizmente pra história, pros professores de história, pros historiadores em geral…

    Infelizmente, não é? É uma pena!

    Qto a tatuagens… Faça, não dói e o resultado final é ótimo! (se vc fizer com um tatuador bom)

    Estou pensando, pensando… rs… Obrigada pela visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: