Súbita Percepção – Parte II

7 jun

E aí? Conseguiram? Se sim, de que forma procederam? Provavelmente empregaram fórmulas matemáticas. Mas sempre fica faltando um lado!

O que falta é a idéia brilhante. E ela é a seguinte: não se trata de calcular as áreas isoladas do quadrado e do paralelogramo, e sim de ver o problema de outro modo, literalmente: ou seja, enxergar nele dois triângulos isósceles que, com um pequeno deslocamento, formam um retângulo, cujos lados são a e b. A área total é simplesmente a x b (base x altura).

 

problema-soluçao

Não é pela via do pensamento lógico que se chega à nova visão. Ela aparece inconscientemente. Quando a reestruturação é bem-sucedida, nos surpreendemos com nosso pensamento_ o que se traduz numa sensação de descoberta. Diz-se que Arquimedes pôs-se a correr nu pelas ruas de Siracusa, gritando “Eureca!”, quando descobriu o conceito de densidade.

Um pesquisador de Chicago desenvolveu uma teoria para explicar os insights: ao contemplar um problema, a primeira coisa que fazemos é construir uma representação mental (ou seja, uma imagem interior), selecionando apenas alguns aspectos dele. Isso acontece de forma automática. Na verdade, fazemos isso sempre pela lente do saber prévio, acumulado ao longo do tempo. Esse saber, no entanto, impede que vejamos a questão de outra maneira. Quando, então, caímos no beco sem saída, reagimos com frustração e desânimo. Os pensamentos divagam e tentamos outras vezes, sem sucesso. Tal insucesso persistente é a força motriz da reestruturação. Têm início, então, diversos processos inconscientes que modificam nossa representação interior do problema. De repente, novas possibilidades se abrem e, de forma inesperada, a solução nos vem à mente_ solução que depois nos parecerá banal.

Um discípulo de Wertheimer mostrou que o uso constante de determinado método nos faz cegos pra procedimentos mais eficazes e simples.

Mais recentemente, os cientistas cognitivos buscam no cérebro uma pista para o insight. Dois cientistas de Chicago investigaram o papel dos hemisférios cerebrais. Partiram do princípio de que a solução passo-a-passo de problemas ocorreria sobretudo no hemisfério esquerdo e mediante a aplicação consciente de regras lógicas. Ao hemisfério direito, atribuiu-se papel decisivo na solução de problemas que demandam insight (a reestruturação), inconsciente. Somente quando o resultado é transmitido para o lado esquerdo acende-se uma luz em nossa mente. Comprovaram sua teoria com as pesquisas realizadas.

Não há como forçar os insights a aparecer. Mas os psicólogos dão a dica: quando estiver cansado de tentar resolver um problema, faça uma pausa. Ou melhor: tire uma soneca. O sono faz bem a esses processos perceptivos, pois durante o sono as novas informações recebidas são associadas ao saber armazenado na memória; e isso pode fazer com que descubramos com mais rapidez estratégias mais simples de resolução de problemas.

Revista Mente & Cérebro – www.mentecerebro.com.br

Anúncios

8 Respostas to “Súbita Percepção – Parte II”

  1. Trotta 08/06/2007 às 9:39 #

    Nooooossa, fala sério! Eu deveria ter conseguido ver isso, porque desenhistas treinam mais o lado direito do cérebro! ¬¬

    Falei que era fácil!?! 😉

  2. neutron 08/06/2007 às 11:26 #

    Eu também pensei uma coisa totalmente diferente, ehehe…
    Ia dar umas 3 contas a mais, pelo menos… Esse é o tipo de problema que o <i>Magáiver</i> (meu professor de matemática) adora passar na prova 😛

    Eita! A prova dele é desse nível?

  3. Fefa 08/06/2007 às 14:57 #

    Caramba, era até mais simples do que eu pensei. Mas nem sei qual lado do cérebro eu uso mais, afinal dizem por aí que canhotos são estranhos mesmo…rsrs.
    Achei muito legal!
    Beijos!

    É… os canhotos são seres estranhos mesmo, rs… Tem uma pesquisa, que diz que aproximadamente 70% dos canhotos funcionam como os destros, ou seja, têm o lado esquerdo do cérebro domintante. O restante, ou têm dominância do lado direito, ou não tem dominância. Loco, né? Bjos!

  4. claudia lyra 08/06/2007 às 16:31 #

    Por isso que se diz, quando a gente tá enfrentando problemas que nos deixam com a cabeça quente, que não tem nada melhor do que um dia após o outro, com uma noite bem dormida no meio.

    É isso aí!

  5. Rodrigo Figueiredo 08/06/2007 às 18:35 #

    Eu acho que têm sim como estimular!
    Conscientemente se questionar e questionar as coisas e ver mais e mais caminho…
    É um modo de viver quase…
    Não parar de tentar ver lados e reler fatos e acontecimentos…
    Problemnas e afins…

    Talvez você tenha razão? Por quê não faz uma experiência? 😉

    E ruim com a coisa da matemática e a mente ter fugido disso!
    HEHEHEHEH

    Risos… e era fácil, né?

  6. jefferson p. 11/06/2007 às 2:11 #

    Nossa! Muito bom esse post… passei quase uma hora aqui… associando as teorias e fatos..

    Gosto desse tipo de matéria, desses assuntos pensantes! 😉

  7. Fefa 11/06/2007 às 12:27 #

    Qual será o meu caso, né? Será que eu funciomo igual aos destros ou não tenho dominância?

    Não sei, viu? Você é uma incógnita! rs…

  8. ana p. 11/06/2007 às 21:45 #

    Eu tive grandessíssimas dificuldades de entender esse desenho… nunca fui uma pessoa de destaque nas aulas de desenho, menos ainda nas de matemática! Hahahahahahahahahahahahahahahahahahha!!!

    Risos…

    Mas eu concordo plenamente que as idéias surgem mais claramente nas mentes descansadas. Admiro demaaaaaaaais as pessoas que conseguem estudar quinze horas seguidas sem descanso. Sabe aquelas pessoas que dizem “passar no vestibular foi fácil, é só dedicar todas as horas disponíveis do dia aos estudos, estudos e estudos”… admiro demaaaaaaaaissssss!

    Ah, não sei… acho que não admiro não… são muito bitoladas, xiitas… não gosto disso… Admiro quem passa no vestibular cutindo a vida! 😉

    Minha mente funciona mto melhor de manhã acho que é mais por causa disso… meus neurônios estão mais limpinhos! Hehehehehehehehehehehehehe!!!

    Eu sou péssima de manhã, sabia? Tenho um sooono, uma preguiça… Os meus funcionam de noite!

    [viajeeeeeeei, eu sei… eu sou assim mesmo!]

    Pois pode viajar sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: