Um grito para a morte (1998)

17 mar

Tema: A favor da eutanásia.

“Meu nome é João. Sou um paciente terminal e há dez anos moro na UTI do Hospital das Clínicas de São Paulo. Não sei bem se são exatamente dez anos, pois aqui a gente perde a noção do tempo, só sei que me parece uma eternidade.

A espera angustiante me envolve. Não sei se amanhã poderei acordar e, se realmente acordar, encontrar minha família exatamente com a deixei. Será que minha mulher não me trocou por outro? Será que meus filhos ainda se lembram do pai brincalhão que eu fui?

Será… Oh, palavra ingrata_ aliás, é uma palavra que não deveria existir, pois só traz a dúvida, a incerteza.

Será que morro amanhã?!?

Não sei se meus amigos ainda se lembram de mim_ não sei se ainda tenho alguém pra cuidar de mim caso eu sobreviva. A dúvida me mata, pouco a pouco.

A cada segundo que passa, sinto o fio da vida indo embora, me abandonando. Todos me abandonaram. Resta-me apenas a enfermeira, que de hora em hora vem a meu quarto.

Minhas forças estão se esvaindo. Não sei se vale a pena lutar por um amanhã de luz, pois posso decepcionar-me com o mundo lá fora.

Sinto-me um sonâmbulo, pois vejo um pouco da vida e um pouco da morte. Esta situação me esgota.

Vou juntar minhas forças e o restante da minha fé para chamar a morte. Quero acabar com essa dor, de uma vez por todas. Preciso dizer um adeus definitivo a este mundo.

Nessas horas, a idéia da morte é minha única companheira e sua estrada me parece ser a menos sofrível e a mais consoladora.

… Será que morro hoje?!?”
———————–
Comentários

Estive aqui
Patty | 18/03/2005 01:14

Anúncios

Uma resposta to “Um grito para a morte (1998)”

  1. angel 22/08/2007 às 21:06 #

    Morre sim pq com um texto tão deprimente , se você não morrer alguém te mata .

    risos… o objetivo foi mostrar que a eutanásia deve ser uma opção viável a fim de eliminar o sofrimento de pessoas como esse personagem fictício. Obrigada pela visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: